fbpx
21.1 C
São Paulo
segunda-feira, junho 24, 2024
InícioBem-estarMorar fora: Como manter a saúde mental no exterior?

Morar fora: Como manter a saúde mental no exterior?

Siga-nos no Google Notícias

Morar fora pode facilmente ser uma boa experiência para muitas pessoas. Conhecer novas culturas, vivenciar estilos de vida que se encaixam com os nossos sonhos e proporcionar uma vida melhor para a nossa família são algumas de muitas vantagens. Entretanto, é comum passar por situações estressantes e desafiadoras. Por isso, muitos buscam o equilíbrio entre os prós e contras e se perguntam: como manter a saúde mental no exterior?

Imigrar não é uma decisão fácil, mas se você já chegou a um novo país de destino, o primeiro passo já foi dado e você já mostrou a sua dose de coragem e planejamento inicial. Agora o segundo desafio que todo imigrante enfrenta é como manter a resiliência e perseverança diante das pequenas situações diárias que podem encontrar ao longo dos anos.

Pensando nisso, reunimos as melhores dicas de Cathy Heyne, da Living Abroad, uma organização que ajuda empresas globais a preparar funcionários que vão para o exterior.

Como manter a saúde mental vivendo no exterior?

Pesquise o destino

Antes de se mudar, é importante fazer uma profunda pesquisa sobre o novo país para entender a cultura, os costumes e as leis. Isso ajudará você a se preparar mental e emocionalmente para a mudança, além de reduzir os efeitos do choque cultural e da desorientação.

Encontre uma rede de apoio

A mudança para outro país pode ser isoladora, por isso é importante que você construa uma rede de apoio. Procure, por exemplo, por comunidades de expatriados locais, atividades físicas coletivas e até instituições religiosas com as quais você se identifica. Além disso, você pode buscar ajuda de profissionais de saúde mental ou participar de grupos online de terapia.

Priorize o autocuidado

Mudar-se para outro país pode ser esmagador, portanto, é essencial que você priorize o autocuidado. Pequenos hábitos como: fazer intervalos, dormir o suficiente, fazer exercícios regularmente e comer saudavelmente ajudam muito a manter a saúde mental no exterior e a gerenciar o estresse.

Resida em ambientes seguros

Quando em outro país, as preocupações com segurança e emergências podem causar muito estresse e ansiedade. Por isso, é importante pesquisar os bairros mais seguros, próximos a hospitais e ter sempre contatos de emergência bem definidos.

Mantenha-se conectado

É importante que você se mantenha conectado com amigos e familiares, bem como com novos amigos no novo país. Isso pode ajudá-lo a se sentir menos isolado e ajudar a construir uma rede de apoio mais íntima quando precisar.

Mudar-se para outro país pode ser uma experiência desafiadora, mas com a preparação e o apoio adequados, a saúde mental e a segurança não precisam ser uma preocupação.

Se você gostou deste conteúdo, veja também: Os países no exterior com as maiores comunidades brasileiras.

Ad
Redação UBE
Redação UBEhttps://umaboaexperiencia.com
Somos uma equipe apaixonada por boas experiências ao redor do mundo. Acreditamos que uma boa experiência não se define por preço ou exclusividade, mas sim como você se sente vivendo esse momento.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, introduza o seu comentário!
Por favor introduza aqui o seu nome

Ad

Últimos posts

Ad
Ad
Ad