fbpx
17.8 C
São Paulo
quarta-feira, junho 19, 2024
InícioMundoAs 11 vozes negras mais influentes da atualidade e da história

As 11 vozes negras mais influentes da atualidade e da história

Siga-nos no Google Notícias

Mulheres e homens negros tiveram papéis fundamentais na história da sociedade. Muitas vezes subestimadas, essas personalidades carregam histórias riquíssimas de pioneirismo e coragem, não só na luta pela igualdade racial, como nas mais diversas áreas. Conheça as 11 vozes negras mais influentes da atualidade e da história:

Vozes negras mais influentes da história

Martin Luther King Jr.

As 11 vozes negras mais influentes do atualidade e da história

Um dos mais importantes ativistas dos Estados Unidos, Luther King foi pastor da Igreja Batista e lutou pela igualdade racial. Seus discursos foram conhecidos por todo mundo e chamou muita atenção pelo ativismo pacífico, podendo ser considerado uma vozes negras mais influentes de todos os tempos.

Ele recebeu o Nobel da Paz em 1964, mas antes que pudesse realizar um de seus sonhos de ver os negros norte-americanos conquistando o seu direito à voto em todo o país, foi assassinado em uma marcha realizada em Memphis.

Nelson Mandela

nelson mandela

Nelson Mandela foi um líder político e foi presidente da África do Sul entre 1994 e 1999. Já na faculdade, ele ingressou no movimento estudantil e realizou suas primeiras manifestações políticas, posicionando-se contra o apartheid, regime separava a população negra, negando a ela todos os direitos políticos, econômicos e sociais que eram garantidos a outras pessoas.

Mandela conquistou o Prêmio Nobel da Paz no ano de 1993. Sua história e suas ações foram tão relevantes na luta contra o apartheid que a Organização das Nações Unidas (ONU) nomeou o dia 18 de julho como o Dia Internacional de Nelson Mandela.

Zumbi dos Palmares

zumbi-palmares

Zumbi dos Palmares foi o último líder do Quilombo dos Palmares e também o de maior relevância histórica. Ele ganhou respeito e admiração de seus compatriotas quilombolas devido suas habilidades como líder e estrategista militar.

 

Lutou pela liberdade de culto e religião, assim como pelo fim da escravidão colonial no Brasil. Zumbi não admitia a dominação dos brancos sobre os negros e é considerado o maior símbolo pela liberdade dos negros da história brasileira.

Malcom X

Malcolm X

Malcom X dedicou sua vida para lutar contra a problemática dos crimes de ódio e de racismo. Ele defendia o movimento do Nacionalismo Negro, que pregava a definição da identidade da população negra.

 

Malcom foi preso aos 21 anos e durante a prisão se tornou um voraz estudante do Islamismo. Após a saída da prisão se tornou um líder da resistência pacífica contra o racismo e pela libertação dos negros. Seu ativismo foi acolhido pelos movimentos negros Panteras Negras e Black Power. Ele foi assassinado aos 40 anos durante um discurso no Harlem.

Jesse Owen

Jesse Owen

Jesse Owens foi um atleta de sucesso que marcou a história. Em 1936, nas Olimpíadas de Berlim, ele venceu todas as provas das modalidades que disputou, e conquistou um recorde mundial.

 

No entanto, ele foi ignorado por Adolf Hitler e não recebeu os cumprimentos por seu lugar no pódio. Dessa forma, maior vitória de Jesse Owens nas Olimpíadas de Berlim foi provocar e confrontar, através de suas vitórias, a ideia de que a raça branca era superior.

Vozes negras mais influentes da atualidade

Angela Davis

Angela-Davis

Angela Davis atua até hoje na defesa dos direitos das mulheres e pelo fim da discriminação racial. A americana é professora, filósofa e ativista. Ela fez parte dos Panteras Negras, um partido revolucionário que defendia a aplicação de políticas sociais para acabar com a desigualdade e a opressão da população negra.

Sua prisão gerou comoção de diversos movimentos sociais e de artistas como John Lennon, sendo considerada inocente posteriormente. Sobre o combate ao racismo, ela faz uma afirmação categórica: em uma sociedade racista, não é suficiente não ser racista, é preciso ser antirracista.

Paulo Paim

paulo paim

O Senador brasileiro Paulo Paim foi eleito um dos 100 Afrodescentes Mais Influentes do Mundo em 2020, em lista promovida pela ONU. Ele demonstrou coragem em 2001 quando, ao protestar contra projeto que alterava a CLT, rasgou um exemplar da Constituição Federal, e posteriormente o documento que pedia a cassação de seu mandato por este ato.

Paulo Paim foi o autor do projeto de lei, apresentado em 1997 quando ainda era deputado federal, que criou o Estatuto do idoso. Também de sua autoria mas ainda em discussão no Congresso Nacional, são os projetos de lei que institui o Estatuto da Igualdade Racial e o fim do fator previdenciário. Ele também é o co-autor do projeto original da lei brasileira de inclusão de 2015, que criou o Estatuto da Pessoa com Deficiência.

Spike Lee

spike lee

Spike Lee é escritor e cineasta que se destaca pela produção de filmes com destaque para a identidade do negro americano. Suas obras sempre retratam o preconceito e a marginalização sobre o povo negro, assim como a afirmação da identidade cultural e todas outras nuances dos temas raciais.

Dentre grandes sucesso cinematográficos, os mais bem-sucedidos são: Faça a coisa certa, A última hora, Irmãos de Sangue e Malcom X. O mais recente, BlacKkKlansmam, conta a história de Ron Stallworth, um policial negro que arriscou sua vida em missão de infiltração ma Ku Klux Klan.

Elizabeth Eckford

Elizabeth Eckford

Elizabeth Eckford é um dos símbolos da luta anti-racista nos Estados Unidos. Ela foi uma das primeiras personalidades negras a frequentar uma escola para brancos. Na década de 50, o país começou um lento processo de fim da segregação racial. Naquela época existiam leis que definiam que certas escolas, só poderiam ser frequentados por brancos.

 

Eckford foi uma das primeiras alunas negras a frequentar a Little Rock Central High School. Ela, assim como outros alunos negros, não foi bem recebida, sendo vítima de insultos, deboches e outras violências.  Na época com 15 anos, ela decidiu permanecer na escola, enfrentando toda a discriminação. Sua atitude foi fotografada e noticiada no país, quando se tornou um símbolo da resistência negra americana.

Marielle Franco

marielle franco

Marielle Franco era socióloga e foi vereadora. Em sua carreira política, Marielle foi reconhecida internacionalmente, por ONGs como a Anistia Internacional, pela criação de projetos de leis e pautas em defesa dos direitos da população LGBTI e das mulheres pretas e faveladas.

Em 14 de março de 2018, Marielle e seu motorista, Anderson Gomes, foram assassinados com 13 tiros. O caso Marielle, como ficou conhecido, ficou conhecido no mundo todo e gerou diversas manifestações. Mesmo após seu assassinato ela é considerada uma das vozes negras mais influentes do Brasil.

Chimamanda Ngozi Adichie

Chimamanda Ngozi AdichieChimamanda Ngozi Adichie é escritora, palestrante e ativista que debate questões ligadas às ciências sociais, principalmente o racismo e o feminismo. A nigeriana defende que a educação é a arma mais eficaz na forma de combate aos preconceitos.

 

Em um de seus livros mais famosos, chamado Sejamos todos feministas, a escritora aborda o feminismo negro e ideias sobre a construção cultural dos gêneros. Apesar de ser muito jovem já recebeu diversos prêmios por suas contribuições literárias.

 

 

Ad
Redação UBE
Redação UBEhttps://umaboaexperiencia.com
Somos uma equipe apaixonada por boas experiências ao redor do mundo. Acreditamos que uma boa experiência não se define por preço ou exclusividade, mas sim como você se sente vivendo esse momento.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, introduza o seu comentário!
Por favor introduza aqui o seu nome

Ad

Últimos posts

Ad
Ad
Ad